Senador Mozarildo Cavalcanti (RR) pede aprovação de leis para salvar o SUS

PTB Notícias 20/03/2012, 2:12


Em discurso nesta segunda-feira (19/03/2012), o senador Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR) repudiou a corrupção na saúde, denunciada pelo programa “Fantástico”, da TV Globo, exibido neste domingo (18).

Ele fez um apelo pela aprovação de projetos que tramitam no Congresso para melhorar a gestão do setor de saúde.

Mozarildo sugeriu que o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), articule com a Câmara dos Deputados a criação de uma comissão para estudar as propostas relacionadas ao setor, em sintonia com o Ministério da Saúde e mesmo com o Judiciário.

“[É preciso] aprovar uma lei que possa ser chamada de Estatuto da Saúde para poder salvar o SUS [Sistema Único de Saúde]”, afirmou o petebista.

O programa mostrou como funcionam os esquemas para fraudar licitações na saúde pública, feito entre empresas fornecedoras e funcionários públicos, com cobrança de propinas de 10% a 20% do valor do contrato firmado.

Mozarildo Cavalcanti expressou frustração e tristeza com a corrupção no setor, não só no Rio de Janeiro, mas em todo o país, e pediu além da mudança nas leis, uma investigação profunda, com formação de uma força tarefa envolvendo entre Ministério Público, tribunais de contas e Polícia Federal, para passar “um pente fino na questão da saúde”.

Segundo disse o senador, quando se discutia a prorrogação da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF) no Senado, em 2007, ele já afirmava que o problema da Saúde não era a falta de dinheiro, mas sim a “falta de vergonha na cara” e a má administração de recursos.

“A pessoa que rouba, qualquer que seja o roubo, comete um grande crime, mas o que rouba dinheiro da saúde pública comete crime hediondo, pois a tira vida das pessoas, tira a oportunidade de terem uma consulta, um remédio, e são justamente as pessoas mais pobres”, lamentou Mozarildo.

Em aparte, o líder do governo no Congresso, senador Eduardo Braga (PMDB-AM), elogiou o trabalho de denúncia da reportagem e afirmou que a presidente Dilma Rousseff vem combatendo os malfeitos na administração pública.

Agência Trabalhista de Notícias (FM), com informações da Agência SenadoFoto: Waldemir Barreto/Agência Senado