Senador Mozarildo pede agilidade para projetos em benefício da Amazônia

PTB Notícias 22/10/2013, 8:10


O senador Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR) pediu em pronunciamento, na segunda-feira (21/10/2013), que a Câmara dos Deputados agilize a tramitação de dois projetos, aprovados no Senado, que beneficiam a Amazônia.

Um deles é o (http://www.

senado.

gov.

br/atividade/materia/detalhes.

asp?p_cod_mate=108145″ target=”_blank) Projeto de Lei do Senado (PLS) 380/2012 , que institui a Política Nacional de Defesa e de Desenvolvimento da Amazônia e da Faixa de Fronteira – faixa de até 150 quilômetros de largura, ao largo das fronteiras terrestres, considerada fundamental para a defesa do território nacional.

“Não há um plano permanente que realmente beneficie os estados de maneira inclusive diferenciada, quer dizer, os estados mais pobres teriam mais incentivo.

Da mesma forma não há uma política nacional adequada de defesa”, afirmou.

Mozarildo lembrou que os pelotões do Exército têm carência de pessoal e de equipamento, prejudicando a capacidade de fazer a vigilância na enorme faixa de fronteira do Brasil.

O outro projeto mencionado pelo senador, o (http://www.

senado.

gov.

br/atividade/materia/Consulta.

asp?Tipo_Cons=6&orderby=0&Flag=1&RAD_TIP=OUTROS&str_tipo=PLS&txt_num=15&txt_ano=2011″ target=”_blank) PLS 15/2011 , aprovado na semana passada, trata da criação do Programa Fronteira Agrícola Norte.

O programa prevê incentivos para municípios de Amapá, Pará, Roraima, Amazonas, Rondônia e Acre, cujas sedes estejam localizadas em faixa da fronteira.

Para o parlamentar, a Amazônia é tratada pelo governo federal como se fosse “uma colônia” e está “encalhada”.

Por isso, é necessário ampliar essa visão para assegurar a integração nacional.

“O povo que está lá, mais de 25 milhões de habitantes, portanto, mais do que a população da Venezuela, tem de pagar muito caro para ser brasileiro.

Então, espero, realmente, que essa realidade mude.

Já me comuniquei, inclusive, com algumas lideranças da Câmara para que esses dois projetos tenham celeridade”, disse.

Mozarildo Cavalcanti também registrou os 30 anos da Folha de Boa Vista, o mais antigo jornal de Roraima ainda em circulação e os 10 anos da Rádio Folha.

Os dois veículos pertencem ao Grupo Folha de Comunicação, uma empresa que gera cerca de 150 empregos.

“A trajetória do jornal, e também da rádio, é marcada pela defesa intransigente do interesse de Roraima e do seu povo”, afirmou o senador.

* Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações da Agência SenadoFoto: Waldemir Barreto/Agência Senado