Senador Osvaldo Sobrinho comenta estudo sobre gastos com saúde no país

PTB Notícias 12/12/2013, 9:11


O senador Osvaldo Sobrinho (PTB-MT) comentou, no plenário na quarta-feira (11/12/2013), estudo do Banco Mundial segundo o qual mais da metade dos gastos em saúde no Brasil estão concentrados no setor privado, sendo que o gasto público, de 3,8% do Produto Interno Bruto (PIB), está abaixo da média de países em desenvolvimento.

Osvaldo Sobrinho concordou com outra conclusão da pesquisa de que o problema do setor de saúde no Brasil se deve principalmente a má gestão de recursos.

Segundo ele, com o mesmo gasto, por exemplo, em hospitais, seria possível alcançar uma produção três vezes maior nos atendimentos.

O parlamentar afirmou que o próprio Ministério da Saúde reconhece a desorganização do Sistema Único de Saúde (SUS) apontada pelo estudo do Banco Mundial, bem como admite que há um longo caminho para tornar a gestão da saúde mais eficiente.

“O fato é que o Brasil anda a míngua.

Saúde, educação, segurança ainda estão no fim das prioridades de todas as autoridades estaduais, federais e municipais”, lamentou o senador.

* Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações da Agência Senado Foto: Pedro França/Agência Senado