Shimabukuro propõe conserto de buracos e valas em 48 horas em CG

PTB Notícias 1/10/2013, 15:30


O vereador Edson Shimabukuro (PTB) apresentou projeto de lei que obriga o conserto de buracos e valas abertos nas vias e passeios públicos em Campo Grande (MS).

De acordo com o projeto, as valas e buracos abertos para manutenção ou conserto das redes de água e esgoto, luz, gás, telefone e outras deverão ser consertadas, com obras de tapas valas e buracos, num prazo de 48 horas do término das obras realizadas.

“Hoje, as empresas de conserto abrem e fecham quando querem.

Isso não pode acontecer.

Existem relatos de obras que fazem na quinta-feira e só vão tapar na segunda-feira”, disse Shimabukuro.

O projeto também prevê multa caso o prazo não seja cumprido.

Após a notificação, os responsáveis pelas obras podem receber advertência e multa de R$ 500, no caso de desatender a advertência, sem prejuízo das multas já aplicadas, dobradas, se discorridos 60 dias da aplicação desta, sem a realização do conserto, o valor da multa será de R$ 1.

000.

Conforma justificativa, o município de Campo Grande tem problemas sérios com buracos e valas que são abertas pelas empresas concessionárias de serviços públicos e que, depois de terminadas as obras de instalação, manutenção ou conserto, deixam estragos nos mesmo, que, na maioria, são fechados por tampões de ferro que, na maior parte das vezes, ficam em desnível gritante com a via, ou para cima ou para baixo.

O vereador petebista declarou que, com o projeto de lei, se não resolver o problema totalmente, com certeza será minimizado com efeitos absolutamente benéficos à população e a administração pública.

Agência Trabalhista de Notícias (FM), com informações da assessoria do vereador Edson Shimabukuro (PTB-MS)Foto: Assessoria