Socorro Pimentel denuncia problemas no fornecimento de remédios para pacientes de hemodiálise

Agência Trabalhista de Notícias - 17/08/2018, 8:39

Crédito: Roberto Soares/Alepe

Imagem

Problemas no fornecimento de medicação para pacientes que fazem hemodiálise no Centro de Nefrologia de Araripina, no Sertão pernambucano, foram apontados pela deputada estadual Socorro Pimentel (PTB-PE) na quarta-feira (15). Segundo a parlamentar, as falhas ocorridas põem em risco a vida dos doentes.

“Apesar dos esforços da equipe e dos administradores do Hospital Santa Maria [que abriga o Centro de Nefrologia], quem faz hemodiálise lá precisa superar a burocracia da Secretaria Estadual de Saúde para receber medicamentos. A farmácia do Estado em Ouricuri não tem nem 50% das medicações especiais”, relatou.

Para a petebista, os problemas com os pacientes do Centro de Nefrologia, inaugurado em março deste ano, “mostram o descaso do governo Paulo Câmara com a saúde dos pernambucanos”. “Faltam remédios também para pessoas com doenças raras, Mal de Parkinson e até diabéticas. A Secretaria de Saúde prefere arcar com a despesa da judicialização a garantir medicamentos de alto custo”, criticou.

Socorro Pimentel também registrou o aumento da mortalidade infantil em Pernambuco: a informação mais recente, relativa a 2016, revela alta de 8,27% no Estado, enquanto o índice nacional cresceu 4,87%. “Sabemos que há uma série de fatores envolvidos, como a crise econômica, a síndrome de zika vírus e problemas com a atenção básica em alguns municípios. Mas também causa esse retrocesso a falta de regionalização de serviços de média e alta complexidade, a exemplo do atendimento a gestantes de risco”, avaliou.

Com informações da Assembleia Legislativa de Pernambuco