Sperotto alerta que toneladas de lixo podem ficar acumuladas em POA

PTB Notícias 18/11/2011, 8:21


O líder da Frente Parlamentar Pró-Ponte do Guaíba da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, deputado José Sperotto (PTB), alertou nesta quinta-feira, 17/11, que toneladas de lixo de Porto Alegre podem ficar acumulados caso o vão móvel da ponte do Guaíba estrague.

O lixo de Porto Alegre é transportado para o aterro sanitário no município de Minas do Leão, localizado a 113 quilômetros da Capital.

Atualmente, 23 carretas especiais transportam 40 mil toneladas/mês de resíduos para aquele local, usando a travessia do Guaíba, “São 1.

500 toneladas/dia de lixo que ficarão retidos em Porto Alegre.

Se o problema persistir por alguns dias vai ser um caos na saúde pública”, alerta Sperotto, que desde 2005 luta pela construção da segunda travessia pelo Guaíba.

A empresa que realiza o transporte em 138 viagens por dia, tem outra alternativa para o envio do lixo para Minas do Leão, mas terá que aumentar o percurso em mais de 200 quilômetros (entre ida e volta).

Como os caminhões fazem 17.

500 km por dia os custos aumentariam inviabilizando o transporte para a prefeitura de Porto Alegre.

Outro problema seria o aumento de tempo para transportar os resíduos.

“Precisamos que a presidente Dilma resolva o mais rápido possível como vai ser construída a nova ponte.

Não da para ficar esperando a ponte cair do céu”, finaliza o parlamentar.

Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações do Portal da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul