Subcomissão acompanhará preparativos da Rio+20, diz Collor

PTB Notícias 14/04/2011, 14:07


O presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE), senador Fernando Collor (PTB-AL), anunciou nesta quinta-feira (14/04/2011) a criação de uma subcomissão especial destinada a acompanhar os preparativos da Conferência Rio+20, que vai retomar, duas décadas mais tarde, os debates da Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento, conhecida como Rio 92.

A nova subcomissão, cujos trabalhos deverão ser abertos na próxima semana, deverá ser presidida pelo senador Cristovam Buarque (PDT-DF), segundo informou Collor.

E terá como vice-presidente o senador Francisco Dornelles (PP-RJ).

E o primeiro compromisso externo da subcomissão será um encontro com o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, marcado para 3 de maio.

Collor disse ainda que a nova subcomissão manterá contato permanente com os organizadores da Rio+20.

Ele relatou aos integrantes da comissão que tem solicitado a todos os embaixadores e visitantes estrangeiros com quem se encontrou nas últimas semanas que seus países enviem ao Rio de Janeiro, em 2012, delegações de alto nível para a retomada dos debates abertos em 1992.

– Baseado em dados da Organização das Nações Unidas e em experiência recente, a organização do evento espera a presença de 120 a 150 chefes de Estado ou de governo, além de 50 mil delegados.

Este será um importante momento para o Rio implantar modelos sustentáveis de transporte e estrutura urbana – afirmou Collor.

Segundo o senador, por decisão da Assembleia Geral da ONU, os dois principais temas a serem debatidos durante a Rio+20 deverão ser a “economia verde no contexto do desenvolvimento sustentável” e a “moldura institucional para o desenvolvimento sustentável”.

Além de Cristovam e Dornelles, serão membros titulares da subcomissão os senadores Lindbergh Farias (PT-RJ), Luis Henrique (PMDB-SC) e Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP).

Os suplentes serão os senadores Blairo Maggi (PR-MT), Gleisi Hoffmann (PT-PR), Marcelo Crivella (PRB-RJ), Inácio Arruda (PCdoB-CE) e Randolfe Rodrigues (Psol-AP).

fonte: Agência Senado