Talles apresenta projeto que busca prevenir leucinose em recém-nascidos

PTB Notícias 12/03/2015, 6:45


O deputado Talles Barreto (PTB) apresentou na terça-feira (10/3/2015), na Assembleia Legislativa de Goiás, projeto de lei que institui a realização do teste da urina em recém-nascidos, visando a prevenção da leucinose ou doença de urina em xarope de bordo, além de demais sequelas no recém-nascido.

A leucinose, também conhecida como doença de urina em xarope de bordo, é uma doença hereditária em que o organismo não consegue processar corretamente certos aminoácidos, consistindo, assim em distúrbio metabólico de início pós-natal, caracterizado pelo acúmulo, nos líquidos corporais, dos três aminoácidos de cadeira ramificada (AACR): valina, isoleucina e leucina.

Quando aprovado, a então lei obrigará hospitais públicos e privados a realizarem este exame nos recém nascidos, uma vez que o diagnóstico precoce e eficaz garante um desenvolvimento normal da criança.

Saiba maisSegundos dados estima-se que 1 em cada 380 recém-nascidos sofram da leucinose ou doença de urina em xarope de bordo.

As manifestações clínicas, em geral, aparecem entre o quarto e o sétimo dia de vida e caracteriza-se pela hipoatividade, sucção débil, perda de peso, rejeição ao aleitamento, crises convulsivas, sinas de edema cerebral, podendo evoluir para o coma e a morte.

O diagnóstico é confirmado pelos níveis séricos elevados de leucina, isoleucina e valina por análise quantitativa de aminoácidos.

Assim, se o bebê não tratado adequadamente sobrevier às primeiras semanas de vida, possivelmente apresentará sequelas neurológicas, como severo retardo de desenvolvimento psicomotor, posturas diatônicas, ofalmoplegia e convulsões.

Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações do Jornal do Vale Foto: Carlos Costa/Alego