Talles Barreto quer obrigar que medicamentos manipulados tenham bula

PTB Notícias 2/05/2014, 13:17


De autoria do deputado estadual Talles Barreto (PTB), projeto de lei proíbe a comercialização e a distribuição de medicamentos manipulados sem a respectiva bula.

A proposta, que tramita na Comissão de Constituição, Justiça e Redação da Assembleia Legislativa de Goiás, com o nº 603/2014, recebeu o parecer favorável pelo deputado José Vitti (PSDB), e será apreciada na reunião dessa terça, 06.

Conforme o texto do projeto, cabe ao órgão responsável do Poder Executivo regulamentar a forma e o conteúdo da bula de que trata projeto.

Ainda, as farmácias de manipulação terão o prazo de 180 dias para se adequarem às disposições da lei, caso venha a ser sancionada.

De acordo com a justificativa do parlamentar, a bula é o principal material informativo fornecido aos usuários de medicamentos, que além de conter diversas informações, dispõe ainda sobre os riscos da automedicação, bem como sobre a importância da continuidade do tratamento.

“Porém, é de conhecimento de todos que os medicamentos manipulados são comercializados, em sua maioria, sem bula, contendo tão somente dados básicos sobre a composição química do aludido produto, o que afronta, sem dúvida, o disposto no Código de Defesa do Consumidor”, justifica o deputado.