Talles Barreto quer relatório de atendimento médico às vítimas de armas

PTB Notícias 20/05/2011, 7:37


O deputado Talles Barreto (PTB-GO) abriu debate sobre o atendimento de urgência nos hospitais de Goiás.

Através de um projeto de lei apresentado na Assembleia e já aprovado preliminarmente, ele quer tornar obrigatório a elaboração de documento por parte das unidades de saúde sobre qualquer tipo de atendimento à vítimas das chamadas armas branca e de fogo.

Barreto explica que o objetivo é dar garantias à ordem pública e facilitar também a formatação dos inquéritos policiais sobre ocorrências registradas por hospitais quando houver atendimento neste sentido.

“Conhecer hoje e estudar os fatos estatísticos de ontem é a melhor prevenção para o amanhã”, acrescenta o parlamentar.

Ele lembra ainda que o relatório deverá ser preenchido pelo profissional de saúde atendente, devendo constar dados técnicos já existentes nos prontuários dos pacientes.

Se aprovada pelo plenário da Assembleia Legislativa, a nova regra será obrigatória para unidades básicas de saúde, postos de atendimento, equipes do Programa Médico da Família, unidades pré-hospitalar, clínicas particulares e ambulatórios médicos, além de hospitais públicos, privados, conveniados com o Sistema Único de Saúde (SUS).

Agência Trabalhista de Notícias (LL) com informações do Portal da Assembleia Legislativa de Goiás