Tarifa de ônibus será reduzida, garante o prefeito Amazonino Mendes

PTB Notícias 4/09/2009, 7:51


“Eu vou baixar o preço das tarifas de ônibus, com certeza, é só uma questão de tempo”.

A afirmação do prefeito Amazonino Mendes foi feita durante o lançamento do Programa Sua Prefeitura.

A previsão é que a redução da tarifa aconteça a partir dos resultados das medidas saneadoras adotadas pelo prefeito a partir da regulamentação do uso da meia passagem, que busca corrigir distorções e acabar com as fraudes no sistema.

No dia 1º de agosto a Prefeitura reajustou o preço das tarifas de ônibus em Manaus, que passou de R$ 2,00 para R$ 2,25.

O prefeito explicou que foi obrigado, pela justiça, a conceder esse reajuste, uma vez que, naquele momento, havia a possibilidade do sistema de transporte coletivo parar, com os ônibus deixando de circular e as empresas ficando sem pagar os motoristas e cobradores e também as dívidas trabalhistas.

“Manaus ia ficar sem ônibus, fui obrigado a reajustar a tarifa, mas foi uma tarifa dada em cima dos erros, eu quero sanar esses erros.

Sanados os erros, vou baixar a tarifa com certeza absoluta”, assegurou o prefeito.

Amazonino Mendes lembrou que ao regulamentar a meia passagem, promoveu um choque de ordem no sistema, que até então era objeto de fraudes que aumentavam o preço da tarifa, “era uma coisa que precisava ser feita, mas veja o sofrimento que tive, o vexame que passei”.

O prefeito adiantou que estão previstos outros choques de ordem visando organizar a cidade e citou como exemplo de desorganização, a questão dos estacionamentos, onde “todo mundo faz o que quer”, o que acaba prejudicando o fluxo normal dos veículos.

“Você gasta até 50 minutos em um trajeto que poderia ser feito em 5 minutos”.

Disse ainda, que até o fim do mandato serão realizadas 14 grandes obras de organização do sistema viário.

Uma dessas grandes obras é a conclusão do viaduto do Coroado, previsto para ser entregue em janeiro de 2010.

Está em obras também a passagem de nível na avenida Umberto Calderaro Filho (antiga Paraíba).

* Agência Trabalhista de Notícias com informações da Prefeitura de Manaus