Tavinho alerta para um possível ataque de assaltantes aos carros fortes

PTB Notícias 15/08/2011, 7:03


O vereador Tavinho Santos, presidente municipal do PTB e do Parlamento Comum da Região Metropolitana de João Pessoa (PB), faz um alerta às autoridades de que, a qualquer momento, assaltantes fortemente armados podem atacar os transportes de valores, estacionados em frente às agências bancárias da cidade, e os seguranças que reabastecem esses estabelecimentos financeiros.

Segundo ele, os carros fortes, que fazem o transporte de valores, muitas vezes reabastecem às instituições financeiras com quantias vultuosas em dinheiro em horários e locais inapropriados.

Tavinho entende que os seguranças, apesar de trabalharem armados, ficam completamente vulneráveis a uma possível investida de quadrilhas e grupos do crime organizado.

“Nós estamos acompanhando pela imprensa, diariamente, os assaltos às agências bancárias e instituições financeiras no interior da Paraíba, em outros Estados e até na nossa própria Capital.

Os criminosos estão ficando, cada vez mais, audaciosos e a Polícia, apesar do empenho, não tem conseguido conter esses ataques.

São clientes que são pegos como reféns, tiroteio entre os assaltantes, vigilantes e a polícia, além de caixas eletrônicos que estão sendo explodidos”, ressalta.

O parlamentar também faz um alerta de que a maioria das agências e instituições financeiras ficam instaladas no centro da cidade e, de acordo com Tavinho, se houver, infelizmente, um confronto entre assaltantes e seguranças de valores, nesses locais, a tragédia pode ser muito maior, envolvendo até transeuntes e clientes.

Ele lembrou que, para evitar uma tragédia e morte, existe um projeto de lei, de sua autoria, tramitando na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa “que obriga as agências e instituições financeiros a estabelecerem um local específico, internamente, para o estacionamento dos transportes de valores, com segurança e monitoramento”.

“Se a lei for aprovada, as agências terão que se adequar e o Município só libera, neste caso, alvará se os próximos estabelecimentos a serem construídos já tiverem uma área específica”, informa.

Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações do Portal Paraíba.

com