Tavinho Santos pede sessão especial para discutir falta de pediatras na PB

PTB Notícias 3/03/2010, 7:05


Com uma população na casa dos 700 mil habitantes, João Pessoa registra pouco mais de 100 pediatras atuando profissionalmente para atender a uma demanda de cerca de 230 mil pessoas, o equivalente a 32% dos pessoenses que se encontram na faixa-etária do zero aos 18 anos.

E, segundo a Sociedade Paraibana de Pediatria (SPP), a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que o ideal seria a estatística de um pediatra para cada mil habitantes.

Ou seja: a Capital paraibana teria que abrigar pelo menos 700 profissionais da saúde com especialidade em Pediatria.

O déficit de pediatras nas redes privada e pública de saúde na cidade de João Pessoa chega ao patamar dos 86%.

Conforme dados da Sociedade Paraibana de Pediatria, algo em torno de 200 pediatras de João Pessoa está registrado na entidade.

Porém, apenas a metade continua atuando na área.

O estado da Paraíba, com uma população perto dos 3,5 milhões de habitantes, abriagaria pouco mais de 300 pediatras.

“Isso é grave.

É o futuro das crianças e dos adolescentes que está em jogo.

Pois o pediatra é a figura principal na saúde preventiva de nossa sociedade, nos primeiros anos de vida das crianças”, ressaltou o vereador Tavinho Santos (PTB), líder da bancada governista, que na sessão plenária desta terça-feira (2/3), na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), apresentou um requerimento para a realização de uma sessão especial que irá discutir os problemas e possíveis soluções que envolvem a profissão de pediatra na Capital paraibana.

* Agência Trabalhista de Notícias com informações do Portal PB Agora