Telmário Mota defende manutenção de rodovias em terras indígenas com piçarra

Agência Trabalhista de Notícias 6/06/2017, 8:30


Imagem Crédito: Waldemir Barreto/Agência Senado

O senador Telmário Mota (PTB-RR) informou, na segunda-feira (5), que a Fundação Nacional do Índio (Funai) vai se empenhar na liberação da retirada de piçarra em comunidades indígenas para a manutenção de rodovias usadas pelos líderes tuxauas, na região do Surumum. A piçarra é uma rocha mole, parecida com saibro, utilizada em estradas de terra e, quando encontrada em área indígena, só pode ser retirada para a manutenção das rodovias com autorização da Funai e do Ibama.

Telmário Mota avisou que, se a retirada de piçarra na área indígena não for liberada, será preciso buscar esse material num local 200 quilômetros distante da área que precisa de manutenção.

“É um absurdo, é um contrassenso dos órgãos como o Ibama, ou qualquer outro impedir a retirada da piçarra e deixar a comunidade a Deus dará, num verdadeiro abandono, dificultando, inclusive, o transporte escolar das crianças”, disse.

Corrupção

O senador disse ainda ser favorável à punição de pessoas envolvidas em irregularidades de desvio de dinheiro público, mas manifestou preocupação com os excessos do Ministério Público, do Judiciário e da mídia em relação ao tratamento dado aos casos de corrupção no país.

Para ele, é preciso assegurar aos supostos envolvidos o devido processo legal, sem que se faça da apuração um espetáculo para a sociedade. Caso contrário, acrescentou o parlamentar, haverá a prévia condenação de pessoas que sequer tiveram o direito de defesa.

Com informações da Agência Senado