Tião Medeiros busca apoio para elevar o preço da mandioca no Paraná

PTB Notícias 23/04/2015, 17:57


O deputado Tião Medeiros (PTB) protocolou na Assembleia Legislativa do Paraná, na quarta-feira (22/4/2015), requerimentos que buscam a solução para os baixos preços da mandioca no Estado.

Nos documentos, Medeiros solicita que a bancada de deputados federais e de senadores do Paraná interceda junto à Companhia Nacional do Abastecimento (Conab) em favor dos produtores, além de declarar apoio ao projeto federal de produção de farinha de trigo com a adição de farinha mandioca refinada.

Os agricultores paranaenses vêm enfrentando uma situação difícil nos últimos meses por causa da queda nos preços da raiz, que estão abaixo do custo de produção.

Junto ao presidente da Conab, Rubens Rodrigues dos Santos, Tião Medeiros solicita a revisão do preço mínimo da farinha de mandioca e a compra de estoques reguladores por meio da aquisição do governo federal (AGF).

O petebista também pede para que a bancada, representada pelo deputado João Arruda (PMDB), apoie a causa.

A crise no setor da mandiocultura se arrasta desde o final de 2014, quando a tonelada da mandioca chegou a ser vendida a R$ 140, enquanto em 2013 chegava a R$ 550 a tonelada.

Segundo Tião Medeiros, os produtores defendem a revisão do preço mínimo e a compra de estoques reguladores pelo governo federal (ASG), além de alguns incentivos e isenções que viabilizem a atividade.

Tião Medeiros também declarou apoio a projeto de lei (5.

332/2009) da deputada federal Elcione Barbalho (PMDB-PA) que trata da criação do “Pão Brasileiro”, produzido com farinha de trigo adicionada de farinha de mandioca refinada, de farinha de raspa de mandioca ou de fécula de mandioca.

O projeto estabelece um regime tributário especial para a farinha de trigo misturada.

“A proposição trará inegáveis efeitos positivos.

A medida irá diminuir a dependência externa do Brasil, reduzindo as importações de trigo, criando aproximadamente 50 mil novos empregos diretos, além de agregar grande valor nutricional ao pão”, afirmou o deputado.

Medeiros vem batalhando para o aumento do preço da raiz.

No início do mês, o parlamentar se reuniu com o secretário da Agricultura e Abastecimento (Seab), Norberto Ortigara, e o presidente da Associação dos Produtores de Mandioca do Paraná (Aproman), Francisco Androvicis Abrunhoza, para debater o assunto.

O secretário se comprometeu a auxiliar aos produtores.

O Paraná é o segundo maior produtor nacional de mandioca, com quatro milhões de toneladas, e o primeiro na produção de fécula, responsável por 65% a 70% da produção que abastece indústrias químicas, de medicamentos e de alimentos.

Agência Trabalhista de Notícias (FM), com informações da assessoria do deputado Tião Medeiros (PTB-PR)Foto: Sandro Nascimento/Alep