Tião visita Porto de Paranaguá ao lado da governadora em exercício do PR

PTB Notícias 21/10/2015, 8:08


O deputado estadual Tião Medeiros (PTB-PR) acompanhou na terça-feira (20/10/2015), no Porto de Paranaguá, o início das operações de mais um moderno shiploader, o terceiro de quatro equipamentos adquiridos pelo governo do Paraná para agilizar o carregamento de navios no porto.

A governadora em exercício, Cida Borghetti (Pros), o secretário-chefe da Casa Civil, Eduardo Sciarra, e o presidente da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa), Luiz Henrique Dividino, também acompanharam o início da operação.

A comitiva vistoriou ainda a reforma do cais e as obras de reestruturação e modernização do Corredor de Exportação.

O investimento na aquisição dos quatro novos shiploaders foi de R$ 59,4 milhões, feitos com recursos próprios da Appa.

Dois deles começaram a operar em março deste ano.

O terceiro equipamento estava sendo montado, passou pela fase de testes e entrou em operação na terça-feira, no Berço 214 do Corredor de Exportação.

Na opinião de Tião Medeiros, o aumento da produtividade impacta toda a produtiva do Estado.

“O porto mais ágil representa menores custos para o produtor agrícola de todo o Paraná”, afirmou.

O deputado trabalhou como chefe de gabinete da Administração dos Portos por dois anos, auxiliando na implantação de uma série de inovações e melhorias.

“Os novos equipamentos representam aumento da produtividade e de riquezas.

Eles simbolizam a nossa fé em um Paraná ainda mais dinâmico e mais exportador, preparado para os desafios do século XXI”, afirmou Cida Borghetti.

Cada novo carregador de navio pode operar a uma velocidade de 2 mil toneladas por hora, enquanto que os carregadores antigos tinham capacidade de 1,5 mil toneladas por hora.

Os novos equipamentos irão ampliar em 33% a produtividade do Corredor de Exportação do Porto de Paranaguá e ampliar a capacidade de carregamento para a próxima safra de grãos.

Além de mais rápidos, os novos shiploaders também possibilitarão o carregamento de navios de grande porte, já que possuem uma lança bem mais comprida.

Cada lança tem 36 metros de comprimento a partir do trilho – 10 metros a mais do que os antigos carregadores adquiridos na década de 70.

“Isso proporciona um alcance maior para carregar os navios, permitindo que embarcações de grande porte possam atracar em Paranaguá”, explicou Luiz Henrique Dividino.

Outra novidade está relacionada com a proteção ambiental.

Os novos shiploaders são projetados para operar em harmonia com o meio ambiente, pois possuem um sistema de captação de pó que reduz a emissão de partículas no ar durante o carregamento de navios com produtos como, por exemplo, soja e farelo de soja.

O equipamento também tem gerador próprio, possibilitando o recolhimento da lança e a sua movimentação sobre os trilhos em caso de queda de energia.

Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações da assessoria do deputado Tião Medeiros (PTB-PR) Foto: Arnaldo Alves/ANPr