TSE quer testar urnas com leitura de digitais nas eleições de 2008

PTB Notícias 21/10/2007, 10:12


O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) escolheu três municípios para testar as novas urnas eletrônicas com leitor biométrico.

O novo sistema, que deve ser aplicado nos municípios-piloto já nas eleições de 2008, identifica o eleitor por meio da impressão digital e fotografia digitalizada.

Mas, para funcionar, depende do cadastramento dos votantes.

Por esse motivo, o tribunal optou por municípios com aproximadamente 15 mil eleitores e que já passariam por um processo de revisão do eleitorado.

São eles Fátima do Sul (MS), Colorado do Oeste (RO) e São João Batista (SC).

A intenção do tribunal é estrear as urnas com leito biométrico nesses três municipios já nas próximas eleições para, a partir daí, dar início à implantação nacional.

Se o modelo der certo, a estimativa é que o sistema de votação com leitor biométrico seja implantado nos próximos dez anos no restante do país.

A demora na implantação total do novo sistema deve-se ao prazo limite para o cadastramento de eleitores durante anos eleitorais: 12 de março.

E como há eleições a cada dois anos, então o tempo restante é exíguo.

Além disso, a previsão de gastos com o cadastramento das digitais é de R$ 200 milhões e essa quantia precisa entrar no orçamento da União.

A maior vantagem do leitor biométrico, segundo os técnicos do TSE, é que ele acabará de vez com a possibilidade de um eleitor votar no lugar de outro.

Além disso, não haverá mais necessidade de os mesários liberarem as urnas, já que o reconhecimento da digital do eleitor será o novo método de liberação.

Fonte: Jornal da Mídia