Tudo pronto para cerimônia de posse da prefeita Kelly Moraes

PTB Notícias 28/12/2008, 14:11


Passados 16 anos, o Poder Executivo volta a ter transmissão de cargo na cidade gaúcha de Santa Cruz do Sul.

Na próxima quinta-feira (1º/01), a prefeita Helena Hermany (PP) passa o comando para a petebista Kelly Moraes, próxima prefeita da cidade.

O último evento ocorreu no dia 1º de janeiro de 1993, quando Arno Frantz entregou a Prefeitura para Edmar Hermany.

A cerimônia na Praça da Bandeira será realizada depois das posses de Kelly; do vice Luiz Augusto Campis e dos 11 vereadores na Câmara.

A reunião solene está marcada para as 19 horas.

Helena estará acompanhada dos secretários.

Ela fará um pronunciamento de despedida e, junto com Kelly, assinará o livro de ata de posse, ratificando a transmissão de cargo.

“Vamos fazer conforme o protocolo”, ressalta.

O ato também é histórico para o município.

Será a primeira vez que uma mulher eleita assume a Prefeitura desde o início do mandato.

“Existe essa simbologia”, destaca a prefeita, que ficou no lugar de José Alberto Wenzel.

Em junho deste ano, ele aceitou o convite da governadora do Estado, Yeda Crusius, e foi para a chefia da Casa Civil.

A reunião solene segue o artigo 12 da Lei Orgânica e será presidida pelo vereador mais votado em outubro, Francisco Carlos Smidt (PTB), o Carlão (2.

916 votos).

Segundo o diretor-geral do Legislativo, Sérgio Böhm, a cerimônia é aberta ao público, com a previsão de uma hora e meia de duração.

“O auditório oferece 450 lugares e a nossa expectativa é de que as cadeiras sejam ocupadas”, diz.

Ele explica que o presidente irá abrir a sessão e chamar, nominalmente, os outros dez vereadores eleitos para compor a mesa.

Em seguida, é lido o compromisso de posse e cada legislador é convidado, individualmente, a prestar o seu juramento.

MESA DIRETORA Em seguida, os representantes de bancadas conduzem a prefeita eleita Kelly Moraes e seu vice Luiz Augusto Campis para o plenário.

Conforme Böhm, ambos também prestam o juramento de compromisso perante a Constituição da República, a Constituição Estadual, a Lei Orgânica do município e a legislação em vigor.

“Depois de declarado Executivo e Legislativo empossados, o presidente da sessão e o novo prefeito farão os seus pronunciamentos”, informa o diretor-geral, que já tem 27 anos de experiência em solenidades.

A banda do 7º Batalhão de Infantaria Blindado (BIB) executará os hinos do Brasil e de Santa Cruz.

Assim que o ato solene de posse for encerrado, ocorrerá um breve intervalo e Carlão fará a convocação para a reunião especial com a finalidade específica de eleger a nova mesa diretora, composta pelo presidente, vice e primeiro e segundo secretários da Câmara.

“A sessão também é aberta ao público e a votação acontece por meio de voto secreto”, observa Böhm.

As inscrições das chapas podem ser feitas até o momento de início da reunião.

É provável que duas concorram ao pleito.

fonte: jornal Gazeta do Sul (RS)