Tuma vai atrás de informações sobre Lobão Filho

PTB Notícias 23/01/2008, 10:40


O corregedor do Senado, senador Romeu Tuma (PTB-SP), afirmou nesta terça-feira (22/01) que já está tomando providências em relação às acusações que pesam sobre Lobão Filho – primeiro suplente do senador licenciado Edison Lobão, que assumiu o cargo de ministro de Minas e Energia.

O senador disse que está consultando, na Polícia Federal, a existência de alguma investigação sobre o caso e se há documentos que comprovem as denúncias publicadas na imprensa.

“São denúncias graves.

Agora, têm que ser comprovadas”, afirmou o corregedor.

Lobão Filho pode assumir a vaga do pai a qualquer momento.

Mas, na semana passada, Edison Lobão adiantou que o filho pretendia se defender das acusações antes de tomar posse no Senado.

Em relação à possibilidade de Lobão Filho assumir e se licenciar imediatamente para fazer sua defesa sem o foro privilegiado, Tuma disse que, de acordo com as entrevistas, essa estratégia foi aconselhada por seu pai, Edison Lobão.

Questionado por jornalistas se daria esse conselho a seu filho, Tuma afirmou que não daria esse conselho porque seu filho nunca sofreu uma acusação como a que Lobão Filho está enfrentando.

“Não quero nem pensar nessa hipótese.

Teria profundo desgosto em ter que aconselhar meu filho a não assumir um cargo político para o qual, dentro da lei, foi escolhido”, disse.

Agência Trabalhista de Notícias (com informações de agências)