Unidade de Saúde do Poti Velho terá cinco equipes do PSF, afirma Elmano

PTB Notícias 10/04/2012, 12:04


O prefeito Elmano Férrer (PTB) vistoriou nesta segunda, 09/04/2012, a obra da Unidade Básica de Saúde que está sendo erguida no bairro Poti Velho, zona Norte.

A obra está orçada em R$ 526.

040,90 e após finalizada irá abrigar cinco equipes do Programa Saúde da Família.

Na unidade os moradores do Poti e demais bairros adjacentes terão a acesso a serviços básicos de saúde como atendimento ginecológico, odontológico e ambulatorial.

A unidade Poti faz parte de um investimento de R$ 4.

284.

449 que está sendo realizada na área da saúde.

Os recursos são provenientes do Ministério da Saúde, Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2), com contrapartida da Prefeitura de Teresina.

Vale do Gavião e Parque Esperança são as outras duas comunidades onde estão sendo construídos os mesmo equipamentos públicos.

Além disso, segue em ritmo acelerado a obra da Unidade de Pronto Atendimento (UPA 24 horas).

“E nas próximas semanas iremos inaugurar três unidades: uma no Monte Castelo, outra na Estaca Zero e uma no bairro Vermelha”, citou o prefeito.

De acordo com o presidente da FMS, Luiz Ayrton, essas visitas têm como finalidade conferir o andamento das construções que trarão como benefício a melhoria dos serviços de atenção primária realizados pelas unidades básicas de saúde e a implantação de um serviço de pronto atendimento: uma inovação para a saúde do município.

No próximo dia 10 está programada uma vistoria à unidade de saúde instalada no Parque Esperança.

“Com a construção dessas unidades, a população só tem a ganhar, pois a atenção básica do município está em constante melhoria, seja com essas novas unidades, seja com a entrada de novos profissionais concursados nas equipes de Estratégia Saúde da Família”, assinala Luiz Ayrton.

A UPA 24 horas, situada no bairro Renascença, contará com 15 leitos e capacidade diária de 450 atendimentos.

Vai funcionar como local de consulta médica em regime de pronto atendimento aos casos de menor gravidade, nos atendimentos e procedimentos médicos e de enfermagem adequados aos casos críticos ou de maior gravidade.

Ivana Souza – Agência Trabalhista de Notícias, com informações da prefeitura de Teresina