Valter Araújo defende condições dignas e iguais aos operários das usinas

PTB Notícias 13/04/2011, 5:58


Condições dignas, valorização dos trabalhadores e equiparação salarial no desempenho das mesmas funções nas obras das usinas do Madeira.

Essas foram algumas das reivindicações apontadas pelo presidente da Assembleia Legislativa de Rondônia-ALE/RO, deputado Valter Araújo (PTB), ao acompanhar durante toda a última segunda-feira (11/04), o ministro do Trabalho e Emprego (MTE), Carlos Lupi.

“A obra paralisada gera prejuízos, transtornos e problemas.

Mas, é preciso que os serviços sejam retomados se observando a valorização e o respeito aos operários”, disse Valter, que acompanhou Lupi nos canteiros de Jirau e Santo Antonio, e se reuniu com sindicalistas e representantes dos consórcios, na Assembleia.

No começo da manhã, o presidente da Assembleia acompanhou o ministro e demais autoridades na visita ao canteiro de Jirau.

“Já tinha ido ao canteiro junto com os senadores, na semana passada, e recebi informações de que empresas terceirizadas estariam pagando salários diferenciados, para pessoas exercendo a mesma função.

Mostrei ao ministro esse e outros problemas, durante as visitas”, completou Valter.

O presidente cobrou do consórcio uma política de salários unificada, com mais rigor sobre as empresas terceirizadas.

“As reclamações de transportes, acomodação, lazer e a “baixada” (liberação dos servidores residentes em outros Estados), precisam ser revistas e acordadas”, observou.

Valter Araújo relatou que a Assembleia tem se posicionado em defesa dos trabalhadores e da retomada das obras.

“Desde o começo dos conflitos, nos mobilizamos para buscar uma solução dialogada e que assegurasse os empregos, com dignidade, dos milhares de pais e mães de famílias”, acrescentou.

O Legislativo Estadual instalou uma Comissão Especial para acompanhar a retomada dos trabalhos e tem participado diretamente dos debates e das decisões.

Agência Trabalhista de Notícias (LL) com informações do Jornal Nortão