Vera Castelo Branco critica descarte irregular de lixo em município do AM

PTB Notícias 13/02/2014, 7:25


Em discurso no plenário da Assembleia Legislativa do Amazonas, na quarta-feira (12/2/2014), a deputada Vera Castelo Branco (PTB) mostrou preocupação com o descaso no descarte do lixo produzido pelos moradores de Islândia, pequena cidade peruana localizada próxima do município de Benjamin Constant (AM).

A petebista reconhece a gravidade do problema e sua complexidade, uma vez que o assunto é de responsabilidade das autoridades de órgãos federais, por se tratar de um lixão em outro país e que pode trazer consequências graves para o município de Benjamin Constant.

“A situação é preocupante, pois se não for tomada uma posição urgente esse desastre ambiental não terá como ser revertido.

Estou acompanhando o caso atentamente, inclusive, conversando com autoridades peruanas e brasileiras que acompanharam o fiscal do Instituto de Proteção Ambiental do Estado do Amazonas (Ipaam) Francielio Araújo Oliveira, que inspecionou, no último sábado, o lixão da cidade peruana de Islândia, em grande quantidade (doméstico e hospitalar) sendo depositado no igapó próximo à cidade”, destacou.

Segundo a deputada, como a questão é internacional, “o que podemos fazer é, justamente, o que o vereador do município de Benjamin Constant “TôTô Cabral” (PMDB) está fazendo, ou seja, denunciar, e nossa Assembleia Legislativa tem o dever de fazer ressoar essa voz do vereador que age com responsabilidade, e porque é um fato que diz respeito ao nosso povo”.

A deputada afirmou que o vereador “Tôtô Cabral” está vindo de Benjamin Constant para tentar falar com a presidente Dilma Rousseff (PT) logo que chegar a Manaus, haja vista, a gravidade do problema.

“Vamos solicitar à presidente Dilma Rousseff que tome providências urgentes no que tange essa questão e determine ao Ministério do Meio Ambiente (IBAMA) e à Embaixada do Brasil no Peru uma atuação séria em torno do caso.

Contudo, é importante que a Assembleia Legislativa do Amazonas faça ecoar essa denúncia, principalmente, quando da vinda da presidente Dilma em nosso Estado”, disse a deputada pedindo apoio do Parlamento.

“O que vem ocorrendo não pode passar em branco e quando o vereador Tôtô Cabral chegar para ter esse encontro com a presidente Dilma, nós parlamentares devemos dar todo apoio e abertura necessária para que haja esse encontro de tamanha importância para todos nós amazonenses”, destacou a deputada Vera Castelo Branco.

* Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações da assessoria da deputada Vera Castelo Branco (PTB-AM)Foto: Elisa Garcia Maia/Aleam