Vereador petebista alerta sobre poluição visual na capital paraibana

PTB Notícias 25/05/2007, 9:52


O vereador petebista Tavinho Santos (João Pessoa/PB) anunciou que está trabalhando para realizar uma parceria entre a Prefeitura de João Pessoa (PMJP) e o Ministério Público Estadual, com o objetivo de fazer uma ação conjunta de combate à poluição visual na Capital paraibana.

“Temos que colocar o Código de Posturas do Município (CPM) de João Pessoa funcionando”, alertou Tavinho, ressaltando que o CPM, cujo projeto em 1995 teve o próprio vereador petebista como relator, determina a fiscalização quanto a ocupação do espaço físico da cidade no que se refere à colocação de publicidades.

Tavinho Santos analisa que a capital vem sofrendo um processo de desordenamento no que diz respeito à colocação de placas, letreiros e outras formas de comunicação visual em áreas inadequadas, como por exemplo os cavaletes com apelos visuais em canteiros e logradouros públicos que, além de impedir que os pedestres caminhem livremente pelas calçadas, prejudicam a segurança do tráfego de veículos.

“A forma desordenada como a comunicação visual vem sendo posta, a cidade passa por um processo de degradação nas suas belezas naturais e arquitetônicas”, enfatiza.

Dá-se o nome de poluição visual ao excesso de elementos ligados à comunicação visual (como cartazes, anúncios, propagandas, banners, totens, placas, etc.

) dispostos em ambientes urbanos, especialmente em centros comerciais e de serviços.

Acredita-se que, além de promover o desconforto espacial e visual daqueles que transitam por esses locais, esse excesso enfeia as cidades modernas, desvalorizando-as e tornando-as apenas um espaço de promoção do fetiche e das trocas comerciais capitalistas.

Acredita-se que o problema, porém, não é a existência da propaganda, mas o seu descontrole.

Agência Trabalhista de Notícias (com informações do O Norte Online)