Vereador Valcir da Ademoc critica descaso da Secretaria de Meio Ambiente

PTB Notícias 16/02/2012, 5:54


O Presidente da Câmara de Montes Claros (MG), vereador Valcir da Ademoc (PTB), usou a tribuna na reunião ordinária da última terça-feira (14/02) para criticar a falta de ação da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, que tem deixado o mato invadir avenidas, praças e até o cemitério da cidade.

Lamentou a situação das praças de Montes Claros, em especial a do bairro Maracanã, que pelo estado caótico deveria estar na urgência e emergência.

Segundo Valcir, já houve no Maracanã o aparecimento de escorpião, fato que põe em risco a saúde dos moradores, principalmente das crianças.

Da oposição, o vereador Pastor Altemar também não economizou as críticas e pediu à administração que mande, não só cortar o matagal existente no Cemitério, mas também recolher o lixo que se acumula na parte lateral da cidade dos mortos.

O pastor pontuou ainda, que mesmo após várias denúncias de desleixo e abandono, a Praça do Cemitério e os túmulos continuam cheios de mato, indicando que há meses não são podados.

A avenida Sidney Chaves, uma das principais vias da cidade, também engrossou a lista de locais abandonados pela administração, segundo o vereador.

Além de mato invadindo as calçadas, os moradores se queixam de lixo, e da convivência com a falta de preservação do local.

-Parece que estamos jogados de qualquer jeito.

Em vários pontos da avenida não podemos utilizar o passeio para transitar a pé, porque ou tem mato, ou tem lixo.

Do lado das muretas, que estão quase todas destruídas, o mato está tão alto que por pouco precisamos trafegar pela rua, lamentou dona Geni Santos Lima (53), moradora do bairro Renascença.

A médica ginecologista C.

M.

L.

M.

T.

, que mora na Vila Regina, disse que a situação no local é ainda mais caótica quando o assunto diz respeito ao trânsito.

-Precisamos de atitude política, de políticos que resolvem nosso problema aqui.

Pegam o trânsito pesado e jogam na Sidney Chaves com rua Ipanema e ninguém resolve a situação.

Não fiscalizam para que carroceiros não joguem lixo nas calçadas, no entorno da avenida, e para piorar, deixam o matagal crescer em toda a extensão da Sidney Chaves, denunciou.

Para a médica, o mato no local escancara a situação deprimente porque passa a cidade.

Ela ainda completa o local fica feio, descuidado e perigoso.

Retrato fiel do que está acontecendo por toda a cidade.

Agência Trabalhista de Notícias (LL) com informações do Portal O Norte de Minas