Wilson Filho participa de assinatura de ordem de serviço para construção de adutora em Uiraúna

PTB Notícias 30/04/2018, 10:31


Imagem Crédito: Divulgação

[vc_row][vc_column][vc_column_text css=”.vc_custom_1525274057639{margin-bottom: 0px !important;}”]O deputado Wilson Filho (PTB-PB) participou, na sexta-feira (27), da assinatura da ordem de serviço para o início das obras da adutora da Capivara, em Uiraúna (PB). A obra, que irá beneficiar nove municípios, terá investimentos da ordem de aproximadamente R$ 30 milhões e já está com o projeto pronto e com processo de licitação concluído.

“Essa é uma conquista do povo de Uiraúna e de mais 10 municípios da região. Após muita luta, de dezenas de audiências e de muito trabalho, conseguimos a liberação desses recursos para execução dos trabalhos da adutora. Ela é fruto de muito esforço e fico extremamente feliz de ter conquistado essa obra para atender a uma necessidade tão urgente da população”, disse o deputado.

A assinatura da ordem de serviço aconteceu na Câmara Municipal de Uiraúna e contou com as presenças do prefeito Bosco Fernandes, do ex-senador Wilson Santiago (PTB), além de prefeitos e vereadores de diversos municípios que serão beneficiados, tais como Joca Claudino, Bernardino Batista, Poço Dantas, Poço José de Moura, Triunfo, Vieirópolis, Lastro e São Francisco.

Trajetória da obra

Wilson Filho lembrou que as ações para a realização dessa obra começaram em junho de 2017, quando foi realizada em Uiraúna uma audiência pública da Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia da Câmara dos Deputados para discutir a situação da obra do eixo norte da transposição das águas do rio São Francisco.

Na audiência, segundo ele, foi debatida a necessidade da construção de uma adutora para levar água do eixo norte para barragem de Capivara, que registrava o pior nível de abastecimento de todos os tempos. A partir dessa audiência, Wilson Filho tem se empenhando pessoalmente para que a obra seja realizada. O deputado levou a demanda ao governo da Paraíba, que desenvolveu o projeto e, depois disso, foi em busca dos recursos em Brasília.

Com informações do Blog do Gordinho[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]