Wilton Lira sugere que empresas do PIM banquem reforma de prédios antigos

PTB Notícias 27/07/2011, 14:30


O vereador Wilton Lira, do PTB de Amazonas, sugeriu, durante a sessão plenária desta quarta-feira (27/07/2011) na Câmara Municipal de Manaus (CMM), que empresas do Pólo Industrial de Manaus (PIM) assumam o custo de reforma e revitalização de prédios históricos abandonados na cidade como contrapartida à isenção de impostos concedida pelo Estado.

O corregedor da CMM disse que vai protocolar requerimento à Mesa Diretora da Casa, solicitando audiência pública com associações e sindicatos patronais do PIM para discutir formas de patrocinar iniciativas e projetos de cunho social, cultural, educativo e esportivo em prol da cidade.

“Está na hora da gente chamar o Pólo Industrial para discutir com a Câmara algumas formas de contrapartida para a cidade”, disse o vereador petebista.

Pela lei de incentivo fiscal, as indústrias instaladas no PIM têm carga de impostos bastante reduzida para se instalarem na capital amazonense.

O petebista afirmou que a “adoção” das edificações antigas por parte das empresas não reduziria a margem de lucro, e ainda geraria empregos diretos e indiretos nas áreas de arquitetura e construção civil.

Lira disse que vai levar a cabo na opinião pública a ideia de que as indústrias do Pólo devem ter a obrigação de assumir ações de incentivo à cultura, ao esporte, à educação (creches) na cidade onde estão instaladas.

“Eu não entendo porque algumas empresas instaladas aqui (Manaus) patrocinam grandes equipes de futebol de fora, por exemplo, em detrimento do futebol local”, questionou.

O vereador disse que acionará o Instituto do Patrimônio Histórico do Amazonas (IPHAM) sobre o levantamento de edificações antigas depredadas e esquecidas da área central.

“Na Avenida Joaquim Nabuco (Centro) o que mais tem é prédio histórico abandonado”, exemplificou.

Agência Trabalhista de Notícias (FM), com informações da Câmara Municipal de Manaus (AM)