Zambiasi cobra normas mais rígidas para proteger a fronteira marítima

PTB Notícias 12/06/2009, 11:12


A aprovação, pelo Congresso Nacional, de uma rígida legislação destinada a proteger a fronteira marítima brasileira foi defendida nesta sexta-feira (12/6) pelo senador Sérgio Zambiasi (PTB-RS).

Para ele, a preservação do Oceano Atlântico, incluindo a adoção de normas de pesca sustentável, significa proteger a própria biodiversidade marinha, o comércio, o turismo, além de ajudar na regulação do clima e abrir novas fronteiras energéticas vinculadas à exploração de gás e de petróleo e energia elétrica produzida pelo movimento das marés.

Sérgio Zambiasi fez a afirmação ao comemorar o Dia dos Oceanos, celebrado a cada 8 de junho, data reconhecida pela própria Organização das Nações Unidas (ONU).

Alertou que apenas 1% dos oceanos de todo o planeta estão legalmente protegidos, enquanto no Brasil essa proteção não ultrapassa os 0,4%.

O ideal, conforme garantiu o senador, seria que a proteção chegasse a 40%.

– Cabe ao Estado brasileiro, em ação conjunta com a iniciativa privada, explorar de forma sustentável a fronteira marítima brasileira, em favor do bem estar de todos e do desenvolvimento nacional – disse Sérgio Zambiasi.

O senador pelo Rio Grande do Sul informou ainda que cerca de 80% dos estoques pesqueiros de todo o mundo estão ameaçados e que quase 100 milhões de toneladas de peixes e de outros animais marinhos são capturados anualmente, o que considera um absurdo.

fonte: Agência Senado