Zambiasi defende prioridade para assuntos do Mercosul no Congresso

PTB Notícias 27/07/2007, 10:53


O senador Sérgio Zambiasi, do PTB do Rio Grande do Sul, em entrevista para a Rádio Senado, afirmou que é preciso que Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai acelerem o seu processo de integração, a partir do trabalho conjunto realizado no Parlamento do Mercosul.

Segundo o senador gaúcho, o Congresso brasileiro tem se dedicado cada vez mais a esse tema, inclusive transformando a Comissão Mista do Mercosul em comissão de representação junto ao novo Parlamento.

Composto de senadores e deputados, o colegiado começa a atuar efetivamente no próximo mês, e segundo Zambiasi, se constituirá em um forum importante de discussões sobre os assuntos relativos ao bloco.

“O Parlamento do Mercosul assumirá novas funções, novos desafios, e a possibilidade de examinar todas as normas de internalização que os países apresentam, que o Itramaraty manda para o Congresso, e que até então não tinham como terem um foro adequado de discussão.

A partir de agosto, com a comissão formada, e com a participação dos que hoje são membros do Parlamento do Mercosul, essas questões passam a ter um local de debate interno, que é esta comssão de representação do Parlamento do Mercosul no Congresso Nacional”, afirmou o senador Sérgio Zambiasi.

Um dos primeiros temas a serem tratados pela comissão representativa deve ser quanto ao ingresso da Venezuela no Mercosul.

No mês passado, o presidente Hugo Chávez deu um utimato para que fosse aprovado logo o protocolo de inclusão de seu país, o que causou um mal-estar junto aos parlamentares e ao governo brasileiro.

Mas o senador Sérgio Zambiasi avisa que essa análise deve acontecer no momento certo.

“Isso implica em uma discussão interna, e uma decisão amplamente democrática, e deveremos ter muitos debates a respeito, porque temos senadores que são contrários à entrada da Venezuela no Mercosul, outros entendem que temos que aguardar o tempo adequado.

Entretanto, continuamos com o mesmo conceito: não nos metemos nos assuntos internos da Venezuela e a Venezuela não se mete nos nossos assuntos”, disse o senador petebista.

Está marcado para a próxima segunda-feira, em Montevidéu, no Uruguai, uma nova sessão do Parlamento do Mercosul, e uma das prioridades do encontro será a aprovação do regimento interno da nova instituição.

Agência Trabalhista de Notícias