Zambiasi destaca papel do Parlamento do Mercosul na integração continental

PTB Notícias 17/05/2007, 17:10


O senador Sérgio Zambiasi, do PTB do Rio Grande do Sul, afirmou, em discurso nesta quinta-feira (17), que o Palamento do Mercosul, instalado no início deste mês, em Montevidéu, é o resultado de um processo de reconquista e de afirmação da democracia no continente, “superando décadas de ditaduras” e de uma nova situação política e geoeconômica da América do Sul e de sua inserção no contexto internacional.

Zambiasi acrescentou que o Parlamento do Mercosul completa o arcabouço institucional do bloco, junto com a Comissão do Mercado Comum e o Tribunal Permanente de Revisão, e dota o bloco de um eficaz instrumento de diálogo, de aproximação e articulação social e política capaz de dar mais segurança jurídica ao processo de integração do continente.

– Mais do que um avanço institucional, o Parlamento do Mercosul sinaliza um novo momento no continente sul-americano, em que, sob uma nova visão de soberania como um imperativo estratégico para a região, as nações sul-americanas aproximam-se em torno de objetivos concretos, capazes de resultar em benefícios comuns às populações do bloco – afirmou Zambiasi.

O senador petebista lembrou o esforço e o trabalho pela implantação do Mercosul, desenvolvido pelos ex-presidentes Fernando Collor e José Sarney, e pelo senador Pedro Simon (PMDB-RS), o único parlamentar dentre todos os que participaram da primeira sessão do Parlamento do Mercosul que também esteve presente na primeira sessão da Comissão Parlamentar Conjunta do Mercosul, realizada em 1991.

Zambiasi fez um relato ao Plenário do Senado as duas primeiras reuniões do Parlamento do Mercosul, realizadas em Montevidéu nos últimos dias 7 e 8 de maio, ressaltando que o Brasil participou coma totalidade da sua bancada, de nove senadores e nove deputados, além dos presidentes do Senado Federal, Renan Calheiros (PMDB-AL) e da Câmara dos Deputados, Arlindo Chinaglia (PT-SP).

fonte: Agência Senado