Zambiasi integra a mesa de debates sobre a Uergs na Assembléia gaúcha

PTB Notícias 4/06/2007, 13:41


O senador Sérgio Zambiasi, do PTB do Rio Grande do Sul, participou nesta manhã da audiência pública da Comissão de Educação e Cultura do Senado para discutir a situação da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (Uergs), na Assembléia Legislativa gaúcha.

Participaram do debate a presidente da Comissão de Educação da Câmara Federal, Maria do Rosário, a presidente Comissão de Educação, Cultura, Desporto, Ciência e Tecnologia da Casa, Maria Formolo, o reitor da Uergs, Carlos Alberto Martins Callegaro, a deputada federal Manuela D”Ávila (PC do B), os deputados estaduais Raul Carrion (PC do B) e Adão Villaverde (PT).

Ao abrir o encontro, o presidente da Assembléia, Frederico Antunes, destacou o momento propício de se fazer uma ampla revisão da situação das universidades públicas no Rio Grande do Sul e, em especial, da Uergs.

“Sentimos a necessidade de debater a Uergs, mas também de outras universidades públicas.

Temos que discutir também o caso da Unipama, na Fronteira, para que cada vez mais possamos possibilitar o acesso à educação para centenas de jovens gaúchos”, disse ele.

Um dos co-autores do requerimento, o senador Sérgio Zambiasi revelou estar contente nesse reencontro com a comunidade da Uergs.

O senador relembrou o processo de implantação da Universidade, quando em 2001 ele presidia a Assembléia gaúcha e o governo enviou o projeto à Casa.

“Lembro que na época nós estabelecemos um amplo debate por meio do Fórum Democrático com a comunidade estudantil e conseguimos promover algumas alterações no processo.

Hoje, com a iniciativa do Paim e a imediata resposta do presidente da Comissão, Cristovam Buarque, estamos aqui no sentido de estender o debate para que a universidade se estruture novamente”, ressaltou ele.

Zambiasi declarou que os parlamentares estavam ali para ouvir os representantes da Uergs e reforçou o comprometimento do Senado.

Um pouco antes da audiência, na presidência da Casa, Zambiasi anunciou que os parlamentares receberam documento de uma comissão especial de Alegrete que quer debater sobre o futuro da Unipampa, na Fronteira.

” Acredito que este debate tenha que ser um pouco mais amplo e que possa se somar às discussões da Universidade do Mercosul.

Fiquei sabendo que o presidente já designou uma comissão para debater a Universidade do Mercosul, promovendo maior integração com os outros países e uma atenção especial à Fronteira, oferecendo mais oportunidades de desenvolvimento para a região e o Estado”, anunciou Zambiasi.

Coordenada pelo presidente da comissão no Senado, senador Cristovam Buarque, o encontro teve como objetivo discutir a revitalização da Uergs, mas também estender o debate a todo sistema de educação pública do Brasil.

Buarque parabenizou a organização do evento e disse que é uma honra poder participar desse debate.

“Queremos que por meio deste primeiro encontro aqui no Rio Grande do Sul possamos discutir sobre a real situação das universidades públicas, sobretudo definir um plano emergencial para a Uergs e ainda encontrar alternativas para a qualificação do nossa educação pública”, ressaltou.

Participam também da audiência alunos do movimento pró-Uergs de diversas cidades do Estado, professores, representantes de sindicatos e funcionários.

Saiba mais: A Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (Uergs) atravessa uma séria crise financeira.

A dívida total chega a R$ 11,3 milhões.

Recentemente, vários alunos descontentes com a situação de descaso para com a universidade realizaram uma paralisação no campus de Montenegro.

Da mesma forma uma manifestação ocorreu em frente ao Palácio Piratini – sede do governo do Estado.

Atualmente diversos convênios foram cancelados e os campi apresentam condições precárias e falta de professores.

fonte: Anelise Cáceres (site do PTB – RS)