Zeca Cavalcanti apoia notificação obrigatória de casos de câncer e de doenças congênitas

Agência Trabalhista de Notícias 21/05/2018, 7:51


Imagem Crédito: João Ricardo/Liderança do PTB na Câmara

O deputado Zeca Cavalcanti (PTB-PE) enfatizou a importância do projeto de lei que obriga hospitais e serviços de saúde públicos e privados a notificarem os casos de câncer e malformações congênitas. A proposta (PLC 14/2018) já foi aprovada pela Câmara dos Deputados e aguarda votação pelo plenário do Senado Federal.

O parlamentar é médico e sabe o quanto é necessário ter registros confiáveis das doenças no Brasil, para poder haver o planejamento das estratégias de combate.

“Quando a proposta virar lei, você vai poder fazer um estudo social para que, em determinada região do país onde muitas pessoas fumam demais ou usam muito álcool, haja um trabalho social de prevenção ao câncer de boca e de laringe, por exemplo. Também pode-se tentar esclarecer essas pessoas para que diminuam o uso desses produtos e evitem a doença”, explica.

Alto custo

Zeca Cavalcanti ainda ressalta como é caro um tratamento contra o câncer, e afirma que trabalhar preventivamente pode diminuir os custos para o Sistema Único de Saúde (SUS).

“É muito importante que essas doenças sejam notificadas no Ministério da Saúde e discutidas nas assembleias legislativas, câmaras municipais e no próprio Congresso Nacional, para a gente conhecer a incidência do câncer e prevenir essa doença que é tão triste para a nossa população”, alerta.

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca), o Brasil deve registrar cerca de 600 mil novos casos de câncer em 2018. O câncer mais frequente no país é o de pele (não melanoma), seguido pelo câncer de próstata, para homens, e de mama, para mulheres.

Com informações da assessoria da Liderança do PTB na Câmara dos Deputados