Zila assina doação de terreno para construção de escola técnica federal

PTB Notícias 22/12/2008, 11:23


A prefeita da cidade acreana de Cruzeiro do Sul, a petebista Zila Bezerra, assinou recentemente uma escritura publica transferindo para o Ministério da Educação um terreno medindo 50 hectares , destinado para a construção da Escola Técnica Federal no município.

O terreno fica localizado na antiga Fazenda Modelo, nas imediações da Apadeq.

Zila disse que se sente honrada em proceder este ato como prefeita, pois quando deputada federal fez indicação ao então presidente Fernando Henrique, pedindo que o Ministério da Educação, analisasse a possibilidade de implantação de uma Escola Técnica Federal no Acre.

Para a prefeita Zila Bezerra, a implantação da escola na cidade representa um avanço importante para a região, pois serão investidos cerca de R$-4 milhões na construção.

Depois disso serão contratados cerca de 100 profissionais que trarão mais desenvolvimento na educação de jovens e adultos de toda a região, que poderão fazer cursos profissionalizantes e terem acesso mais fácil ao mercado de trabalho.

Segundo a prefeita, a única despesa do município será com a doação do terreno, cabendo ao governo federal, fazer os demais investimentos que possibilitarão o financiamento e manutenção da escola, que poderá ser um foco grande de desenvolvimento do Vale do Juruá.

O professor José Carlos, diretor da Escola Técnica Federal de Rio Branco acompanhou a prefeita até a sede do Cartório de Registro de Imóveis, onde foi lavrada a escritura de doação do terreno.

Em entrevista a imprensa local, o professor disse que a doação do terreno ao Ministério foi vital para a implantação da Unidade em Cruzeiro do Sul, pois permite a abertura do processo de licitação que está estipulado para até o final deste ano.

Segundo ele, a intenção é iniciar a construção da escola, ainda no primeiro semestre de 2009, para que o início das atividades do estabelecimento educacional ocorra em 2010, conforme programado pelo Governo Federal.

Ele disse que a unidade de Cruzeiro do Sul deverá funcionar em três turnos, oferecendo inicialmente cursos de nível médio integrado, possibilitando aos alunos cursar o ensino médio e o profissional na instituição.

Quanto ao ingresso na instituição, deverá ocorrer através de processo seletivo, com exame de avaliação do aluno através de conhecimentos do ensino fundamental.

A unidade de Cruzeiro do Sul, inicialmente oferecerá 1.

200 vagas em dois cursos, sendo um na área de agropecuária e outra na área de construção civil, com todo o ensino gratuito, bancado pelo Governo.